Já faz algum tempo que essa modalidade de atendimento vem crescendo no Brasil.

Os primeiros estudos de atendimento online no Brasil ocorreram no início dos anos 2000, com algumas restrições de número de sessões (no máximo 20). Hoje com a Resolução CFP 011/2018 a terapia online é amplamente aceita e difundida.

No momento atual, se faz necessário que a saúde mental esteja sob o foco e cuidado, principalmente no que se refere ao desenvolvimento de habilidades e recursos de enfrentamento mais efetivos e saudáveis para obtenção de qualidade de vida.

O fato é que estamos sendo mais desafiados emocionalmente do que em qualquer outro momento de nossa história, porém apesar da necessidade e capacidade adaptativa do ser humano, muitas pessoas têm desenvolvido sintomas como depressão, ansiedade, insônia, pânico, compulsão alimentar etc. ou simplesmente agravaram os quadros pré-existentes.

Com o isolamento social também estamos sendo mais exigidos na parte relacional, as relações mais superficiais e sociais, deram espaço para a convivência mais próxima e continua com pessoas mais intimas, com relações compostas por alta e intensa carga afetiva o que abre precedentes para mais atritos e conflitos nessa área.

A terapia online pode oferecer os recursos necessários para evitar o efeito mais crítico ou o crescimento desses conflitos.

Estudos mostram que na terapia online a capacidade de formar vínculo com o terapeuta é tão efetiva quanto no atendimento presencial, pois permite ao Profissional visualizar nuances importantes ao processo técnico de terapia, ao passo que demonstraram mais tranquilidade e espontaneidade por parte dos pacientes.

O profissional de Psicologia tem que garantir aos pacientes as mesmas regras vigentes no processo presencial como tempo, sigilo e foco a ser trabalhado no processo de terapia.

Conversar com um psicólogo online representa um passo importante rumo a uma caminhada de autoconhecimento e inteligência emocional e capacidade criativa tão necessárias para uma posição psicológica mais forte e efetiva nos quais seremos desafiados.

Patrícia Gianneschi
Psicóloga
CRP 06/52477-8